Categoria: ÌRÁNṢẸ́ ÌPILẸ̀-ÒYE

  • A questão de género no Candomblé

    A questão de género no Candomblé

    SAUDAMOS ÈṢÙ SENHOR DA COMUNICAÇÃO.

  • O Orí e a saúde mental

    O Orí e a saúde mental

    SAUDAMOS ÈṢÙ SENHOR DA COMUNICAÇÃO. O pensamento yorùbá sobre a pessoa é de uma riqueza imensa, espelhando a complexidade da cosmovisão e antropologia africanas. Apesar da dimensão coletivista do pensamento, baseada na ideia de que o sujeito não é mais importante do que a comunidade – e é nela que realiza a plenitude da sua […]

  • Dos sacrifícios animais no Candomblé

    Dos sacrifícios animais no Candomblé

    SAUDAMOS ÈṢÙ SENHOR DA COMUNICAÇÃO. Ao longo da história do Candomblé e, bem assim, da história das religiões africanas e descendentes, o sacrifício animal configurou matéria de reserva e preconceito por parte dos mais variados viajantes europeus, missionários, comerciantes, colonos e senhores de escravos. No sacrifício animal residiu e reside uma grande parte da rejeição, […]

  • Do Candomblé na sociedade hodierna

    Do Candomblé na sociedade hodierna

    SAUDAMOS ÈṢÙ SENHOR DA COMUNICAÇÃO. Roger Bastide, eminente sociólogo francês que estudou as religiões afro-brasileiras, defendia que o processo iniciático no Candomblé permita adquirir uma identidade africana. Por via da iniciação, o sujeito tornava-se africano, adquirindo um nome iniciático que representa, simultaneamente, uma identidade africana ritual e mística. Através da iniciação, a pessoa é aceite […]

error: Content is protected !!